“O Conto do Vigário”

Quando chegamos a um local desconhecido, tudo que nos falam parece ser verdade, até porque não sabemos nada sobre aquilo e pensamos ser os menos informados sobre o assunto.

Isso acontece também na aviação, onde muitas instituições de ensino falam o que querem e impõem suas regras sem base alguma.

Não sei se sabem, mas se fizer algo ilícito no seu dia-a-dia sem nem saber que o está fazendo e for preso por isso, não poderá alegar que não sabia, pois é sua obrigação conhecer a fundo as leis que o regem.

Por que não podemos levar esse aprendizado para nossa formação? Existem leis e regulamentos que regem sua formação e a instituição que te ensina. Por que não usá-los para garantir a melhor formação possível?

Então, estude muito o RBAC61 (LICENÇAS, HABILITAÇÕES E CERTIFICADOS PARA PILOTOS) e o RBHA141 (ESCOLAS DE AVIAÇÃO CIVIL, também entram aqui os aeroclubes), pois eles explicam detalhadamente cada hora de voo que você deve voar para se tornar piloto de planador, privado, comercial, balão livre, assim como todas as obrigações que sua escola ou aeroclube tem com o aluno, com suas dependências, com sua estrutura, aeronaves, simuladores, corpo docente etc.

Tendo eles e suas respectivas IACs, ISs, Portarias, decretos e todos os documentos regulatórios lidos e estudados, você poderá exigir de sua instituição uma formação correta e baseada na lei. Não se esqueça de que se os requisitos deles forem mais abrangentes do que os da ANAC, isso é válido, mas você não é obrigado a aceitar. O currículo básico da ANAC foi estudado e é suficiente para formar bons pilotos se for seguido à risca. Procure um local transparente com o aluno, que avisa desde o começo seus mínimos para a formação, negocie, mas nunca aceite nada a abaixo do que prevê a lei.

Tome cuidado também com a aquisição de cursos (teóricos ou práticos), se o desconto na aquisição não for dos melhores compre suas horas aos poucos para não ter surpresas. Dependendo do fundo de investimento, o dinheiro guardado rende mais do que o desconto obtido, e no final das contas, mesmo com aumentos excessivos e abusivos nos preços das instituições, sua formação sai mais “barata”. Eu por exemplo fui comprando as horas conforme ia voando, de 10 em 10, 20 em 20, Simulador, IFR, MLTE e assim vai. Dessa forma fiz as melhores negociações, não fui enganado (apesar de tentarem) e consegui me formar utilizando dos mínimos estabelecidos, coisa que em alguns lugares é impossível!!!

Fico por aqui,

Qualquer dúvida entre em contato:

avclaviacao@gmail.com ou aqui nos comentários.

Aguardem novos posts, grande abraço,

Cadu Damasceno”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s